Rode Medeiros Coaching

O que você quer?

Ter objetivo claro é um dos aspectos relevantes no desenvolvimento humano . “Se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve”. É o destino escolhido, o ponto a ser marcado no nosso Waze da vida e que merece ser construído.
O que eu quero? É a pergunta fundamental!
Quero construir um patrimônio de R$ 50.000.000,00; Quer ser reconhecido como um grande empresário; Quero ser o maior empresário do meu segmento; Quero viver em um mundo mais justo, mais livre; quero curtir uma praia; quero  viver sem me preocupar com dinheiro e podendo gastar com tudo que eu quiser;  quero que  a vida tenha um fluxo constante e contínuo de crescimento, sem sobressaltos, sem surpresas, com grandes e confiáveis amigos ao meu redor para conversar e viver em paz; Quero ter uma casinha e um violão, etc….
A definição do que queremos por si só já é um grande exercício mental. Nós normalmente não sabemos o que queremos. Há dois extremos: saber exatamente o que se quer e viver engessado num objetivo por vezes estratosférico ou, outro extremo, não ter nenhum objetivo específico e ficar pipocando de um lado e do outro, querendo tudo e não querendo nada.
Igualmente no  Waze, nossa vida não é um mapa pronto. Pelo contrário, é construído conforme pisamos. Só perceberemos o caminho que construímos quando olharmos para trás no futuro e vermos  um caminho florido, cheio de decisões acertadas que formam um lindo mapa com várias conexões ou várias ida e vindas num labirinto no qual nos perdemos.
A imagem que vemos do futuro é envolta de uma neblina que vai se dissipando à medida que vai chegando a luz.
Mas então como definir nosso objetivo?
Sonhando! Nosso objetivo começa como sonhos bobos, ingênuos, onde nos imaginamos fazendo ou sendo algo fora do comum, fora das possibilidades reais do momento.
Testamos vários sonhos ainda hipoteticamente. É um brainstorm, individual ou com a participação das pessoas mais próximas ou um designthing.
Separamos alguns mais possíveis (+- 5 ) e depois escolhemos 1 pelo qual acreditamos que vale a pena investir tempo, dinheiro, energia, vocação, amor, paixão.
Este sonho campeão, escolhido entre muitos passa a ser filtrado pelos nossos valores, pela nossa motivação, pelas nossas necessidades.
E agora o sonho escolhido e filtrado fica claro e possível de ser enunciado transformando-se em um Plano de Ação que precisa de estratégia e perseverança para ser alcançado.
Para formar uma estratégia precisamos conhecer os recursos que dispomos: recursos – bens, qualidades, talentos, dons, competências.  E também o que não temos. O que nos falta.
Precisamos, portanto, olhar pra nós. “Quem eu sou, quais meus pontos fortes, onde sou vulnerável, qual é meu tendão de Aquiles?”
Este levantamento é fundamental pois muitos entram numa guerra de conquista e na primeira batalha voltam pra casa gravemente ferido ou morto. Acabou o sonho da grande conquista. Entrou na batalha sem estratégia, sem conhecer seus recursos.
E quais são os recursos necessários?  pessoais (estrutura física, mental e emocional); recursos profissionais (competências, conhecimento, experiência, financeiros); recursos humanos (familiar, social, amoroso) recursos de suporte (hobbies, espiritualidade, felicidade).
Como estes recursos podem ajudar a alcançar seu objetivo escolhido? Como estes recursos podem atrapalhar este objetivo escolhido?
Concordo que tais reflexões não são elaboradas do dia pra noite. Não há um tempo cronológico para uma conclusão. Mas só em se estar neste ambiente reflexivo já é um grande crescimento!
Pense nisto,
 
Até a próxima!!
 

#coachingdevida #meta #objetivo #recursospessoais #reflexão #sonho

Siga-me no Instagram

/rode_medeiros